Sem Amor, Eu Nada Seria


Leo Fonteviva - Feira de Santana - 21/09/2020


Faço tudo com amor

E sigo meu coração,

É o que dá sentido a vida

E da vida, uma boa lição.

Procuro fazer bem feito

E com o bem em sintonia.

Bem feito, nem sempre perfeito,

Mas sempre tem harmonia.

Faço tudo com amor,

É o amor que dá alegria

E como já disse São Paulo:

"Sem amor, eu nada seria!"

É o amor que transforma

Egoísmo em bondade,

Discórdia em união

E evolui a humanidade.

A empatia é de verdade

E tudo fica em harmonia,

Deixa a nossa energia

Sempre em alta qualidade.

Eu bem vivo o amor,

Amar me traz alegria.

E como já disse São Paulo:

" Sem amor, eu nada seria!"

Com o amor no coração

A gente só faz o bem,

Como um padre em oração,

Não olhamos nem à quem.

E quem é que não queria

Uma ajuda, um ombro amigo,

Qual anjo, sempre consigo,

Num momento de agonia?

Eu ajudo com amor,

Sou ajudado com alegria.

E como já disse São Paulo:

"Sem amor, eu nada seria!"

.Já nos reveses da vida

Sempre tiro alguma lição.

Às vezes é bem sofrida,

Em outras vezes, não é, não.

Com o amor próprio em sintonia

Procuro manter a calma,

Fortaleço a minha alma

E a dor analgesia.

Eu transformo o dissabor

Com amor e alegria.

E como já disse São Paulo:

"Sem amor, eu nada seria!"

Expressar a gratidão

Também é uma forma de amor,

Ao Guia que dá a mão,

Ao próximo, ao Criador.

Devemos manifestar

Na dor ou na euforia,

A sós ou em companhia,

Por mais um dia à raiar.

Agradeço com amor,

A graça vem com alegria.

E como já disse São Paulo:

"Sem amor, eu nada seria!"

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo